SObre a modalidade
  • Optimist: embarcação pequena e resistente indicada para crianças de 7 a 15 anos de idade e considerando o barco “escola” ou categoria de base da vela.
  • Laser: modalidade olímpica, considerado o barco a vela mais popular do mundo, com mais de 210.000 barcos produzidos. A embarcação é simples e veloz, tripulada por uma pessoa e capaz de planar em dias de vento forte.
  • Dingue: pequeno veleiro monotipo parecido com a classe Finn, muito popular no Brasil. Apesar de não ser uma categoria olímpica , tem muitos adeptos, não só pelo preço mais acessível , mas também por unir as características de um barco de competição, que em regatas exige a
    presença de dois velejadores (um timoneiro e um proeiro), com ares de um barco de passeio, um excelente barco para quem procura diversão e lazer em águas abrigadas, podendo levar de uma a quatro pessoas. Também é um excelente barco escola, por ser bastante simples e por não ser muito instável.
  • Hobie Cat: Catamarã de pequeno porte e muito veloz. Apesar de não ser classe olímpica, já esteve presente nos jogos Pan-Americanos e é uma embarcação com mais de 200.000 barcos produzidos e espalhados pelo mundo. Tripulado por duas pessoas (timoneiro e proeiro), é um barco muito democrático, já que abrange velejadores de todas as idades e tamanhos.
  • Vela Oceânica: Essa modalidade abrange veleiros de vários tamanhos e capazes de atravessar os oceanos. As regatas serão perto da cosa (inshore) e poderão ser disputadas por barcos diferentes, onde serão aplicadas o sistema de rating que permitem classificar, de forma empírica, veleiros com formatos e construções diversas.

Quer fazer parte do evento de esportes mais esperado do ano?