A importância dos exercícios físicos para sair do sedentarismo

O sedentarismo é definido como a falta ou ausência de atividades físicas ou esportivas. Considerada como a doença do século, está associada ao comportamento cotidiano decorrente dos confortos da vida moderna.

Nos últimos anos o índice de sedentarismo aumentou consideravelmente, principalmente entre crianças e adolescentes. O sedentarismo possui alta incidência na população, sendo considerado um problema de saúde pública. Acredita-se que 46% da população brasileira seja sedentária. Estima-se ainda que o sedentarismo esteja relacionado com quase 14% das mortes no Brasil. Preocupada com esses altos índices, a Organização Mundial da Saúde (OMS) criou um plano para diminuir o sedentarismo em 15% até 2030.

Diferente do que se pensa o sedentarismo não acomete apenas os adultos, ele também é bastante comum na infância e adolescência, trazendo problemas de saúde para a vida adulta. Manter uma vida sedentária pode desenvolver graves consequências. As mais comuns são a perda de força física; atrofia muscular; surgimento da diabetes tipo 2, hipertensão arterial e infarto do miocárdio; acúmulo de gordura.

Para sair do sedentarismo é necessário dar início a realização de atividades físicas. Elas podem ser iniciadas de forma leve e aumentar de intensidade com o tempo. Entretanto, antes de começar, primeiro cheque com seu médico se você pode realizar alguma atividade que não gere riscos à sua saúde. Em seguida procure uma atividade que se encaixa melhor ao seu perfil. Depois de visitar seu médico e escolher modalidades esportivas adequadas, agora é só começar a se exercitar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *