A importância das artes marciais no desenvolvimento infantil

Durante a infância o cérebro humano está em total formação, por isso as crianças possuem uma agilidade maior para absorver o que lhes é ensinado, diferente dos adultos. É nessa fase que elas passam a adquirir uma quantidade infinita de aprendizado, seja intelectual ou motor.

Por este motivo, a prática de exercícios físicos é tão importante para a formação motora, cognitiva e física das crianças. Na parte física, as crianças adquirem um enorme aprimoramento motor, flexibilidade, equilíbrio e força. No entanto, a prática das artes marciais vai além, auxiliando também na formação mental e de valores dos pequenos esportistas.  

As artes marciais, fundamentalmente, trabalham valores de não-violência, respeito mútuo e observação às regras. Estas modalidades ensinam, primeiramente, que competição deve acontecer de dentro para fora, ou seja, primeiro as crianças tem o desafio de conhecerem as suas próprias desarmonias. O autocontrole e a naturalidade diante das mudanças é exercitado por meio da variedade de movimentos ensinada. Além disso, as modalidades marciais ajudam a desenvolver uma maior autoconfiança, concentração e disciplina dos praticantes.

Entretanto, o ensino e a prática das artes marciais para crianças precisam passar por algumas adaptações, que vão desde mudanças nos exercícios e golpes até técnicas utilizadas para manter a atenção dos pequenos. As lutas precisam ser ensinadas de acordo com a idade do alunos, evitando, assim, os riscos de lesão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *